Visão geral dos relatórios de dados brutos

Visão geral: dados a nível de linha (ou seja, dados brutos) descrevem eventos específicos, como instalações, eventos in-app, visitas a sites, instalações bloqueadas pelo Protect360, receita publicitária gerada e postbacks associados a usuários enviados a parceiros. Os dados brutos estão disponíveis por download, API e Data Locker.

Relatórios de dados brutos—ferramentas e relatórios

Leitura relacionada:  Relatórios agregados e análises

Os relatórios de dados brutos permitem analisar o comportamento e as jornadas do usuário, reconciliar contas de ad network e enriquecer seus sistemas de CRM e BI. Ao usar dados brutos, você aumenta sua capacidade de analisar, otimizar e melhorar o desempenho do aplicativo. 

Os relatórios são disponibilizados por ferramentas de relatórios. As ferramentas têm características diferentes adequadas para diferentes casos de uso. Por exemplo, para reconciliar uma determinada conta de ad network, faça o download do relatório conforme necessário por meio da página Exportar dados. Para fazer com que os dados de desempenho do usuário sejam carregados em seus sistemas de BI, obtenha os dados de forma programática usando o Data Locker ou a Pull API.

Ferramentas de relatórios—características e recursos

Os relatórios são disponibilizados usando as ferramentas de relatório listadas nesta seção.

Considerações:

  • O intervalo de datas do relatório está relacionado à data da atividade (real) em que o evento ocorreu. Isso contrasta com os relatórios agregados em que o intervalo de datas é baseado em LTV.
  • Descrições de campos—consulte o dicionário do campo de dados.
Ferramentas de relatório
Ferramenta Descrição Vários /único aplicativo (1) Capacidade de atualização de dados (2) Incorporar scripts Fuso horário Moeda
Exportar dados
  • Baixe o relatório usando a interface do usuário
  • Formato: arquivo CSV
Único Atualizado continuamente X

Específico do aplicativo

Específico do aplicativo
Pull API*
  • Baixe o relatório usando chamadas de API.
  • Formato: arquivos CSV
Único Atualizado continuamente
  • Selecionável
  • Padrão: UTC
  • Selecionável
  • Padrão: USD
Data Locker P
  • Dados depositados em um repositório AWS S3. Sem limitações de volume. Retenção 30 dias. 
  • Formato: CSV compactado
Múltiplos Por hora. Com um atraso de várias horas UTC USD 
Push API P
  • Mensagens de dados de atribuição (instalações, in-apps, retargeting) enviadas para seus servidores em tempo real.
  • Formato: JSON / params
Pode usar o mesmo ponto final Minutos após o evento ser gravado na AppsFlyer UTC + app-specific USD + app-specific
Dados de conversão do SDK (3)
  • Obtenha dados de conversão de atribuição no aplicativo.
  • Formato: JSON
N/D  Tempo real <5 segundos   UTC N/D

Notas/abreviaturas:
(1) Suporte a vários aplicativos
(2) A atualização real dos dados depende do relatório em si, pois alguns relatórios são Diários.
(3) Os dados de conversão do SDK recuperam dados de atribuição do usuário em menos de 5 segundos a partir da primeira inicialização do aplicativo e, portanto, é o método menos preciso.(P)Recurso Premium
(*) Sujeito a limitações de taxa

Limitações da ferramenta
Limitação  Pull API (1) API de push Data Locker Dados de conversão do SDK
Limite de dados 1M de linhas por chamada N/D N/D N/D
Opções de seleção de dados Selecionar tipos de dados. Opções de seleção de campo limitadas Seleciona tipos de dados, campos e in-apps Seleciona tipos de dados, campos e in-apps Não
Retenção de dados 90 dias N/D 30 dias Tempo de vida (disponível no SDK)
(1) O número dechamadas de API é limitado
Considerações sobre a integração
Consideração  Pull API API de push Data Locker Dados de conversão do
SDK
Desenvolvimento do lado do servidor OPCIONAL OBRIGATÓRIA OPCIONAL OPCIONAL
Requer processamento de dados OPCIONAL OBRIGATÓRIA OPCIONAL OPCIONAL
Risco de perda de dados Não Sim, se os servidores de recebimento estiverem inativos Não Pequeno, se houver atrasos na resposta das ad networks
Custos de processamento do cliente-servidor Nenhum Alto Baixo Nenhum (a menos que envie os dados para os servidores)
Manutenção cliente-servidor Nenhum Alto Baixo Nenhum (a menos que envie os dados para os servidores)
Formato de dados Arquivo CSV Params JSON ou consulta Arquivo CSV comprimido por GZ JSON

Os registros de dados brutos que ocorrem em um determinado contexto são agrupados em relatórios. Por exemplo, instalações não orgânicas, eventos in-app orgânicos. Para facilitar a explicação, os relatórios são agrupados da seguinte forma:

  • Jornada do usuário: use para rastrear a jornada e o engajamento de um usuário com o aplicativo.
    Por exemplo: clique > instalação > evento in-app > desinstalação.
  • Recurso: relacionados a um determinado recurso da AppsFlyer, mas não faz parte da jornada principal do usuário. Por exemplo, postbacks para ad networks, relatórios de fraude e de regras de validação e relatórios de receita publicitária no nível do usuário.

Campos do relatório

O dicionário de campo de dados brutos contém campos relevantes para relatórios de jornada do usuário e alguns campos do relatório de recurso. Os princípios são os seguintes:

  • Jornada do usuário:
    • Têm um conjunto comum de campos.
    • O preenchimento do campo depende do contexto da jornada.  Por exemplo, relatórios não orgânicos contêm a fonte de mídia creditada por trazer o usuário. Os campos de atribuição em relatórios orgânicos não são preenchidos porque não há fonte de mídia. 
  • Recurso: têm um conjunto exclusivo de campos ou contêm campos de jornada do usuário e campos adicionais relevantes para o recurso. Por exemplo, os relatórios SKAdNetwork têm uma lista exclusiva de campos, já os relatórios de postback contêm os campos de jornada do usuário e campos adicionais relacionados ao envio de postback aos parceiros. 

Dica! A melhor maneira de se familiarizar com os relatórios é visualizá-los. Você pode fazer o download dos seus relatórios na página Exportar dados

Para facilitar a compreensão, os campos de jornada do usuário são divididos em grupos com base no contexto.

Grupos de campos de dados brutos da jornada do usuário
Grupo de campos Relevante para usuários orgânicos Campos de exemplo
Aplicativo Sim ID do aplicativo, nome do aplicativo, versão do aplicativo, versão do SDK, ATT
Atribuição

Não, exceto pelo tempo de instalação

Hora da instalação, hora atribuída do toque, fonte de mídia, campanha, conjunto de anúncios, anúncio, parceiro, tipo de conversão de retargeting

Atribuição de colaboradores Não Parceiro colaborador, tipo de correspondência
Informações do dispositivo Sim ID de publicidade, GAID, OAID, tipo de dispositivo, ID de usuário cliente
Localização do dispositivo Sim Endereço IP, cidade, país
Evento

Sim

Preenchido em relatórios de eventos in-app:

Nome do evento, valor do evento, receita do evento

Raw_data_-_User_acquisition_.png

Relatórios de jornada do usuário

Noções básicas da jornada do usuário

Os relatórios de jornada do usuário contêm dados coletados para eventos que ocorrem durante a vida útil de um usuário. Os dados são divididos em relatórios de acordo com:

  • Fonte do usuário: orgânica ou não orgânica
  • Contexto da jornada:
    • Engajamento com anúncios antes da instalação do aplicativo (impressões e cliques)
    • Aquisição
    • Retargeting

Relatórios de aquisição de usuários (UA)contêm:

  • As impressões e cliques que ocorrem antes da instalação feita por qualquer usuário potencial que engaja com um anúncio.
  • Evento de instalação.
  • Eventos in-app subsequentes realizados pelo usuário.

Os relatórios de redirecionamento contêm:

  • As impressões e cliques que ocorrem quando o usuário é redirecionado.
  • Eventos de conversão: um reengajamento ou uma reatribuição.
  • Eventos in-app subsequentes realizados como parte do reengajamento. Considere o seguinte:
    • Os dados de retargeting são sempre não orgânicos.
    • Os eventos in-app de retargeting estão nos relatórios tanto de UA quanto de eventos in-app de retargeting. Consulte metodologia de atribuição dupla de retargeting. Raw_data_-_Retargeting.png

Para seguir uma jornada do usuário, combine os relatórios relacionados à parte da jornada que lhe interessa, por exemplo, instalações e eventos in-app. Depois isso, classifique o relatório usando a ID da AppsFlyer, o horário do evento e o tipo de relatório. O resultado são os eventos de um determinado usuário ao longo do tempo, ou seja, a jornada do usuário.

Disponibilidade do relatório da jornada do usuário

  • A disponibilidade do relatório depende do seu plano de assinatura.
  • Os relatórios podem incluir usuários orgânicos, usuários não orgânicos ou ambos, conforme indicado.
  • As políticas de retenção se aplicam aos relatórios de dados brutos históricos, dependendo da ferramenta de relatório e da origem dos dados brutos. Em geral, os dados estão disponíveis para os 90 dias anteriores. Atenção! As políticas de retenção não se aplicam a dados agregados. 
Relatórios de jornada do usuário
Categoria Exclusivo para Data Locker Tópico do relatório Orgânico Não orgânico
Aquisição de usuário Cliques N/D
Retargeting Cliques de campanhas de redirecionamento  Retargeting sempre não orgânico
Aquisição de usuário Impressões N/D
Retargeting Impressões de campanhas de retargeting Retargeting sempre não orgânico
Aquisição de usuário   Instalações 
Aquisição de usuário   Eventos in-app 
Aquisição de usuário   Receita publicitária atribuída -
Aquisição de usuário   Receita publicitária orgânica -
Retargeting   Receita publicitária de retargeting Retargeting sempre não orgânico
Retargeting   Conversões de retargeting (reengajamentos e reatribuições) Retargeting sempre não orgânico
Retargeting   Retargeting de eventos in-app (reengajamentos e reatribuições) Retargeting sempre não orgânico
Retargeting   Sessões de retargeting (reengajamentos e reatribuições) Retargeting sempre não orgânico
Aquisição de usuário   Sessões
Aquisição de usuário   Desinstalações não orgânicas  -
Aquisição de usuário   Desinstalações orgânicas -

Descrições do relatório de jornada do usuário

Cliques e impressões
Relatório Características

Contexto
Um usuário engaja com uma campanha e clica ou visualiza um anúncio.
Características Os relatórios contêm um registro do link de atribuição e cabeçalhos HTTP presentes quando um usuário clica ou visualiza um anúncio.
Caso de uso
  • Otimize campanhas que não levam a um aplicativo aberto (instalação, reatribuição, reengajamento).
  • Faça o retargeting desses usuários usando campanhas diferentes.
Exemplo de relatório Cliques
Observações

Dados SRN não disponíveis.

Usuários restritos Em alguns casos, devido a regras de privacidade, os dados de impressão e cliques são restritos (não têm identificadores de usuário) ou não estão disponíveis. A disponibilidade depende da fonte e da plataforma de mídia. 
Instalações e conversões de retargeting
Nome do relatório

Aquisição de usuário

Retargeting
Instalações Conversões de retargeting

Contexto

Quando um usuário abre um aplicativo pela primeira vez.

Depois que um usuário engaja com um anúncio de retargeting e, em seguida, abre o aplicativo. Uma conversão de retargeting é um reengajamento ou reatribuição.

Consulte o Guia de atribuição de retargeting. 
Casos de uso
  • Gerar relatórios agregados usando campos não disponíveis através das ferramentas de análise da AppsFlyer.
  • Combinar com outros relatórios para análises avançadas e entre várias seções.
  • Analisar o desempenho em diferentes dimensões, como cidades, áreas metropolitanas e outros. 
  • Segmentar usuários de acordo com o país, a cidade e o idioma para fins de direcionamento.
  • Obter IDs de dispositivo do usuário para fins de retargeting.
Semelhante às instalações.
Orgânico vs. não orgânico
  • Não orgânico: os grupos de campos de atribuição e atribuição de colaboradores são preenchidos
  • Orgânico: o campo fonte de mídia é em branco, nulo ou orgânico. Considere isso ao carregar dados em seus sistemas. 
Não aplicável
Exemplo de relatório Instalações O relatório de conversões de retargeting tem a mesma estrutura que o relatório de instalações. Alguns campos são preenchidos no contexto do retargeting. Consulte dados brutos de retargeting
Eventos in-app
Relatório Características
Contexto do relatório

Lista cronológica das ações realizadas pelos usuários após a atribuição (instalação, reatribuição ou reengajamento)

Características
  • A estrutura do relatório e os campos são semelhantes aos dos relatórios de instalação.
  • Campos dedicados descrevem o evento. Isso inclui o nome, o valor, a receita e o horário do evento. 

Caso de uso

Use o relatório para:

  • Obter insights ao observar a jornada do usuário durante a vida útil do usuário

  • Combine os dados brutos de instalação e evento in-app-para seguir a jornada completa do usuário. 

Valores do evento

Campo de valor do evento

O campo valor do evento contém todos os dados relacionados ao evento em um JSON. Você pode carregá-lo em seu sistema de BI para análise mais aprofundada.

Dica! Você pode usar o Power Query no Microsoft Excel para analisar os parâmetros de evento das strings JSON.


{"af_level":"10","af_user_journey":"3387","arena":"7","char_type":"paladin"}

Relatórios de receita

Os dados de receita e ROI na AppsFlyer são derivados do af_revenue enviado em eventos. 

Quando o parâmetro af_revenue é enviado em um evento in-app, a AppsFlyer usa isso para preencher o campo de receita do evento. É esse campo que a AppsFlyer usa para atualizar o painel e os relatórios agregados. 

Atenção! Use o parâmetro af_revenue apenas com eventos in-app que descrevem a receita real gerada. Para outros eventos que envolvem receita, mas não são finais, por exemplo, add_to_cart, use parâmetros diferentes, como af_price

Exemplo de relatório

Eventos in-app

Observações

  • Os eventos in-app de retargeting são gravados duplamente nos relatórios de UA e de dados brutos de eventos in-app de retargeting. 
  • Eventos in-app não incluem o evento af_app_opened. Isso está disponível no relatório de dados brutos das sessões.
  • Geolocalização: é derivado usando o endereço IP do usuário no momento em que o evento é executado. 
Sessões
Relatório Características

Contexto
Quando o usuário abre o aplicativo, um evento de sessão é enviado para a AppsFlyer. O evento é registrado se o tempo mínimo entre o limite de sessões for excedido. 
Características

A estrutura do relatório é a mesma dos relatórios de eventos in-app. As sessões (eventos de sessão) estão em um relatório separado devido ao grande número desses eventos.

Caso de uso Entender o engajamento do usuário com o aplicativo.
Exemplo de relatório O relatório de sessões é semelhante ao relatório de eventos in-app. 
Desinstalações
Relatório Características

Contexto
Registro de usuários desinstalando o aplicativo. 
Características
  • Este relatório é atualizado diariamente e não continuamente, como é o caso de outros relatórios da jornada do usuário. 
  • No relatório, o horário do evento representa o horário em que a AppsFlyer determina que o aplicativo foi desinstalado e não a desinstalação real em si. Consulte Métrica de desinstalação.
Campos disponíveis
  • Se o usuário vier de uma fonte de mídia não orgânica, os campos da fonte de mídia serão preenchidos. 
  • Considere que o evento de desinstalação é gerado pelos servidores da AppsFlyer depois de determinar que o usuário foi desinstalado. Consequentemente, muitos campos não são preenchidos. 
  • Os identificadores de usuário disponíveis são aqueles registrados no momento da instalação. O CUID nunca está disponível. 
Exemplo de relatório Desinstalações Atenção! No exemplo, para maior clareza, a linha 2 indica quais campos são preenchidos, se os dados relevantes estiverem disponíveis. 
Casos de uso
  • Analisar o evento de desinstalação, dispositivo e características do usuário.
  • Criar um público de eventos de desinstalação para retargeting.

Disponibilidade do relatório da jornada do usuário por ferramenta

Relatório Dados de exportação Pull API Data Locker API de push Dados de conversão do
SDK
Impressões (1) - - - -
Cliques (1) - - - -
(1) Os dados de cliques e impressões são disponibilizados por não SRNS. As SRNs não disponibilizam esses dados.
Relatório de engajamento com anúncios por ferramenta 
Relatórios de aquisição de usuários por ferramenta 
Relatório Dados de exportação Pull API Data Locker API de push Dados de conversão do SDK
Instalações
Sessões - - - -
Eventos in-app -
Desinstalações - -
Relatório Dados de exportação Pull API Data Locker API de push Dados de conversão do
SDK
Cliques (1) - - - -
Conversões (reatribuições + reengajamentos)
Impressões - - - -
Sessões - - - -
Eventos in-app -

(1) Os dados de cliques e impressões são disponibilizados por não SRNS. As SRNs não disponibilizam esses dados.

Relatórios de dados brutos de retargeting por ferramenta

FAQ

 
Detalhes

Por que o Facebook instala dados brutos ausentes?

Verifique se você concordou com os Termos de serviço do Facebook

Qual é a diferença entre os carimbos de data/hora?

Os carimbos de data e hora são comuns a todos os relatórios. Isso possibilita combinar relatórios diferentes.

Os seguintes carimbos de data/hora são relevantes: 

  • Horário atribuído do toque: hora em que o usuário engajou com um anúncio.
  • Horário da instalação: hora em que o aplicativo é iniciado pela primeira vez.
  • Horário do evento: hora em que o evento ocorre.

Considere: 

  • Nos relatórios de instalação, os horários de instalação e de evento são os mesmos.
  • Nos relatórios de eventos in-app, os horários de instalação e de evento são diferentes. A diferença pode mostrar o tempo que passa entre a inicialização do aplicativo e o engajamento do usuário com o aplicativo.

Qual é o objetivo do campo de colaborador?

O campo de colaborador lista as fontes de mídia colaboradoras. Às vezes chamadas de Instalações Auxiliadas. No Protect360, elas também são usadas para a correção de atribuição de instalação que sofreu hijacking.

Qual é o campo de palavras-chave—por que ele não está disponível em todas as instalações não-orgânicas? 

As instalações atribuídas ao Google Ads ou ao Apple Search Ads podem conter as palavras-chave ou o ID de palavra-chave associado ao anúncio responsável pela instalação. 

Dicas de relatório de instalação

Dicas de relatório de instalação
Descrição

Compreendendo a jornada do usuário

A jornada do usuário é uma série de etapas que o usuário executa antes de atingir uma meta, como comprar um produto ou reservar um voo. A ideia por trás da análise de uma jornada do usuário é ver o que o usuário faz no aplicativo, quão ativo ele é e qual valor ele traz durante um determinado período.

Você pode identificar e destacar as jornadas do usuário com a ajuda do ID da AppsFlyer. O ID é gerado para cada instalação de aplicativo por dispositivo. O ID permanece inalterado durante todo o ciclo de vida do usuário (da instalação à desinstalação.) O ID persiste mesmo que o usuário redefina o ID do dispositivo.

Como os relatórios de instalação e eventos in-app têm as mesmas estruturas, eles podem ser mesclados em um único relatório. No relatório mesclado, você pode agregar e filtrar usando o ID da AppsFlyer e o ID de usuário do cliente (se disponível) para analisar as jornadas do usuário.

 Exemplos

Usuário engajado—forte

  • Um usuário instala o aplicativo em 20 de agosto às 09:31.
  • O relatório mesclado mostra que ele realizou compras em 20 de agosto às 10:31, 22 de agosto às 15:22 e 25 de agosto às 16:47.
  • A partir disso, concluímos que o usuário é um usuário engajado. Ele fez uma compra uma hora após a inicialização do aplicativo e continuou comprando nos dias seguintes à instalação.

Usuário engajado—fraco

  • Um usuário instala o aplicativo em 30 de julho. O relatório mesclado mostra que ele adicionou um item ao carrinho em 15 de agosto, mas não há eventos de compra subsequentes.
  • Você pode assumir que o usuário está hesitante em fazer uma compra e redirecioná-lo com os itens adicionados ao carrinho.

Analisando a jornada do usuário para otimização de campanhas

  • O gerente de aquisição de usuários (UA) de um aplicativo de viagens baixa os relatórios de eventos in-app e de instalação e os mescla.
  • Depois, para visualizar as jornadas do usuário no aplicativo, ele filtra ou agrega dados usando o ID da AppsFlyer.
  • Ele percebe que um determinado usuário, identificado pelo ID da AppsFlyer, fez download do aplicativo há 12 meses e reservou um voo vários dias depois.
  • Posteriormente, o usuário visualizou algumas ofertas de voos, mas não fez nenhuma reserva. Em uma análise mais profunda, o gerente de UA encontra mais usuários com o mesmo padrão e investiga mais a fundo.
  • Ele descobre que esses usuários provêm principalmente do anúncio A da campanha B executado na fonte de mídia C. O gerente de UA descobre que o anúncio e a campanha direcionaram usuários que desejam viajar para um determinado destino.

Ao analisar a jornada do usuário, ele consegue entender que a campanha pode ter sido muito limitada ou muito focada e que os usuários não estavam suficientemente engajados com o aplicativo.

Relatórios de recurso

Relatórios que mostram recursos adicionais disponíveis na plataforma

Postbacks

Use relatórios de postback para revisar cópias de dados enviados para uma ad network. Por exemplo, use-os para investigar discrepâncias. Esses relatórios são para fins informativos e não são necessários para a integração com as ad networks.

Relatórios de postback
(disponíveis na página Exportar dados e Pull API)
Tópico do relatório Eventos enviados para a fonte de mídia atribuída
Instalações Instalações não-orgânicas (UA)
Eventos in-app Eventos in-app não orgânicos

Postbacks de conversão de retargeting

Retargeting (reengajamento e reatribuição)

Eventos in-app de retargeting 

Eventos in-app de retargeting

Campos adicionais em relatórios de postback
Campo Observações
URL de postback

Alguns valores, como receita, podem não aparecer no campo apropriado, mas você ainda pode ver esses dados na URL de postback.

Método de postback  
Código de resposta HTTP de postback 200: confirma que o postback foi recebido pela ad network
Mensagem de erro de postback   

Regras de fraude e de validação do Protect360

  • Consulte os relatórios de dados brutos do Protect360 e das regras de validação
  • Ad networks e agências precisam da permissão do anunciante para acessar os relatórios do Protect360 e das Regras de Validação

Para dar permissão a um parceiro integrado para acessar o Protect360:

  1. Acesse Integração > Parceiros Integrados
  2. Selecione o parceiro integrado.
  3. Na aba Permissões, ative Acessar seu dashboard do Protect360 e dados brutos via API.
  4. Para dar acesso ao dashboard de eventos in-app (CPA), também ative Acessar dados de eventos in-app agregados.
Este artigo foi útil?